Quadrinhos no Mundo atual

Editoras fechando, pandemia, queda nas vendas, uma série de acontecimentos que tem mudado o panorama atual da industria de quadrinhos.

A industria de quadrinho já vem sofrendo perdas ha muito tempo, na verdade essa queda acontece desde a década de 90 e vem se agravando com o passar do tempo, sendo um leitor de quadrinhos antigo eu me vi obrigado a parar de comprar por conta da quantidade imensa de revistas que era necessário para acompanhar uma história e também pelo aumento no preço das mesmas.


Revistas em quadrinhos passou a virar artigo de luxo, o que antes era algo com que qualquer um podia se divertir por um tempo foi aumentando numa tal proporção que o publico que mais aproveitava esse divertimento foi excluído, certa vez em uma discussão falei que os formatinhos por serem baratos permitiam chegar a um publico maior, no que me responderam que esse publico já não consumia mais o produto, na verdade esse publico foi forçado a deixar de consumir.

Diferente da elite que pode pagar por edições caras com capas especiais entre outras frescuras a população em geral tem que se preocupar entre comer e comprar uma revista.


Outro fator que ajudou nessa queda foi a concorrência pela atenção do leitor, filmes , jogos e uma internet muito mais rápida fizeram que uma parcela dos leitores preferisse assistir a reviews das revista em vez de lerem eles próprios.

Mesmo que agora haja opções de leitura online não ajuda, pois o mesmo publico que teve que para de comprar por conta do orçamento não tem dispositivos ou não vê vantagem em fazer uma assinatura que custo é o mesmo que o da revista impressa sem o produto físico.

Um mundo mais conectado também tem sua parcela de culpa na queda da qualidade das histórias, muitas vezes autores são massacrados antes mesmo das revistas serem lançadas, personagem do qual apenas o visual foi revelado já tomam uma avalanche de criticas, agora qualquer um se sente apto a virar critico de quadrinhos. Qualquer proposta que seja fora da curva é atacada com uma ferocidade que você não via nesse nível em tempos atrás.

Projetos do tipo crowdfund sofrem por conta do custo de produção que as vezes é muito alto, parte culpa do autor que exige que sua revista seja impressa em acabamento de luxo , parte do publico que não aceita uma revista mais simples , mas que apresente uma história boa. Para quem não sabe quanto menor a tiragem , maior o custo na gráfica.

Isso seria atenuado se projetos colaborativos fossem realizados com mais frequência, nesse tipo vários autores se uniriam para que uma revista com varias histórias fosse lançada, porem o individualismo é a regra no mundo da produção de quadrinhos, infelizmente a sociedade de hoje faz com que quase todos os profissionais criativos tenham como objetivo serem as estrelas nas mídias sociais, um pouquinho de pensamento coletivo ia ajudar.


É importante pensar que só serão criados novos leitores se os mesmos tiverem condições de adquirir as revista, para a industria prosperar e criar o habito de leitura em grande parte da população tem que se diminuir o custo final das revistas, as histórias não podem ficar reféns de críticos ou grupos sociais e políticos que tem sua própria agenda.

Grande parte das pesquisas realizadas na tentativa de mapear o publico alvo não chega nas camadas mais pobres. O que alavancava as vendas muito tempo atrás era aquele trabalhador que comprava uma revista pra ler no caminho de casa ou dentro do ônibus, ou um pai que comprava a revista para o filho em uma banca por ser um entretenimento barato. No mesmo caminho das revistas vai o cinema, com ingressos caríssimos e a possibilidade de assistir online de dentro de casa , mais salas de cinema vão fechar. Com a pandemia é quase certo que o habito de ir ao cinema numa sala com um monte de gente vai diminuir, mesmo que o perigo passe.

Enfim, como alguém que consome e produz quadrinho eu sempre tento deixar tudo o mais acessível possível para todos, o fanzine é aberto para qualquer um que queira publicar suas histórias e qualquer um que queira passar um tempinho lendo e se divertindo.


#quadrinhos #industriadequadrinhos #comics #revistasemquadrinhos #opinião #produçãodequadrinhos #comicbook

16 visualizações

© 2023 by Glorify. Proudly created with Wix.com