GPDF #10

Atualizado: Abr 21

GPDF #10

Como Atacar um Serviço

Você lutou, conseguiu um cliente e agora tem que executar o trabalho, como fazer para projetar e não ter dor de cabeça. O exemplo que utilizarei é uma capa de Revista mas pode ser adaptado para várias situações.

Alguns avisos:

-faça um contrato ou deixe bem registrado o que foi acordado entre você e o cliente e quais são as consequências de qualquer uma das partes quebrar o que foi acertado, você está trabalhando , isso não é diversão

-deixe claro que em caso do cliente simplesmente sumir e não retornar ligações ou contato você não dará prosseguimento ao serviço e que não haverá retorno do sinal depositado, o tempo e recursos que você utilizou até o momento em que a comunicação sessou não vão voltar magicamente para o seu bolso.

-quando o cliente entrar em contato deixe claro que o que ele viu em seu portfólio é o que você pode entregar, você vai ser contratado para fazer a arte no seu estilo, não para imitar outro artista, se ele chegou em você pelo seu estilo é esse que vai ser utilizado.

- não comece o trabalho sem no mínimo 50% do valor final em sua conta, eu não aconselho a ninguém a realizar serviços de graça, claro se aparecer algum projeto no qual você queira apoiar e não vai tomar muito do seu tempo e recursos tudo bem fazer, no entanto trabalhar de graça por conta da amizade não é aconselhável, nem para parentes. Valorize seu tempo;

- se o cliente não tiver ideia nenhuma do que quer simplesmente fale que quando ele tiver você estará a disposição para atendê-lo, você não pode ficar fazendo infinitos sketchs e versões para ele escolher a que mais agrada e depois mudar de ideia, deixe ele ciente que o seu tempo custa dinheiro;

- faça todos os contatos importantes via e-mail, sei que é uma forma antiquada mas você precisa de ter registros de como foi feito tanto os acordos quanto as aprovações de arte, nunca em hipótese alguma faça acordos verbais, palavras voam com o vento.

- O principal seja profissional, respeite o cliente mas mostre que você está trabalhando, não está fazendo um favor a ele, em caso de desentendimentos, não sai explanando para o mundo, você pode se queimar com isso.


O cliente quer uma ilustração para capa de revista em quadrinhos, por onde começo?

O briefing, ou seja, o resumo do que o cliente quer e precisa , nessa parte você tem que conseguir extrair do cliente o máximo que puder em relação ao que ele tem em mente para a capa e quais são os seus parâmetros tanto em questão conceitual quanto na questão de física. Muitas vezes o cliente sabe exatamente o que precisa mas manda uma descrição vaga ou diz que fica a tranquilo com o que você fizer, no entanto isso pode causa um grande problema pois você vai ficar fazendo inúmeras versões da arte ou milhares de rough e sketchs e não vai sair do lugar, uma coisa que você tem que estar ciente é que cada hora do seu tempo é um custo pra você , luz ,material , internet e outras coisas vão ser consumidas ao longo do tempo que você ficar rodando com sketchs intermináveis e com o perigo de ele esperar você quase terminar a arte para dizer que não gostou.

No caso da capa de HQ, o que você precisa saber:

-quais personagens da história ele quer na capa;

- um resumo da história;

-há algum momento que ele ache que vai chamar a atenção do leitor para revistas;

-qual o tom da capa,(humor ,suspense, terror) o que ele quer passar com a capa;

-dimensões da capa;

-localização da parte textual da capa(título, numeração, callout,etc);

-prazo limite para entrega da arte;

-qual formato de arquivo ele precisa;

- margens e sangria.


Consegui as informações e agora?

Uma vez de posse das informações a primeira coisa que aconselho a fazer é solicitar arquivos com os elementos textuais da capa para poder colocar ele nos seus lugares e começar a projetar a ilustração. Se você vai fazer arte para uma revista que já é publicada ha algum tempo é bom estudar os números antigos para saber quanto de espaço os elementos textuais da capa ocupam e já ajeitar os mesmo em uma camada superior se você vai trabalhar digital, ou montar um sketch mapeando as áreas afetadas pelos texto em se você for trabalho tradicional. O porque de se preocupar com isso é saber que esse elementos são invariáveis. São áreas na qual você pode diminuir a quantidade de detalhamento ou foco pois vão ser cobertas por texto ou código de barras ou mesmo por qualquer elemento que é obrigatório ter na capa. Uma observação que quero colocar é, se você está projetando do zero o layout gráfico da capa é um serviço diferente e deve ser cobrado de maneira diferente do que o serviço de fazer uma ilustração para uma revista já em circulação.

Hora de rabiscar

Uma vez mapeada a área útil que você tem para trabalhar você vai analisar todas a informações dada pelo cliente , e usar coisas como regra dos terços e proporção áurea para poder colocar o foco da ilustração no lugar correto, nessa fase você vai fazer vários thumbnails, todos ele levando em conta os elementos textuais e o posicionamento do foco. Eu aconselho não mostrar ainda nenhum desses thubnails até que você tenha resumido a 3 ou 4 que atendem os critérios apresentados pelo cliente ou que consigam passar com um certa margem o que a história precisa sem dar spoiler.

Se você, por exemplo, apresentar 15 thumbnails para um cliente cai no perigo de ele gostar das 15 e você não saber em que direção seguir o que vai causar mais atrasos. Com o número reduzido fica muito mais fácil filtrar a necessidade do cliente e portando afunilar a quantidade de sketchs a fazer. Mostra 3 ou 4, pergunta quais elementos ele gostou e que atendem as especificações dele e é nesse momento que você tem que lembrar ao mesmo o que ele solicitou, reforçando que você está seguindo as orientações dele. A ideia é sempre deixar ciente que o trabalho só avança com a aprovação dele e que mudanças drásticas depois de uma aprovação só causarão atraso. Peça pra ele escolher 2 desse grupo que você mostrou e então parta para um Sketch mais detalhado.

Como assim um sketch mais detalhado?

O que eu chamo de sketch mais detalhado é uma versão sem grandes detalhes da ilustração mas já dando alguma ideia do que vai ser o produto final. Se for no tradicional aconselho a imprimir em azul uma versão da capa com elementos textuais, margem e sangria , e fazer o sketch em cima do mesmo para dar uma noção melhor. Nesses sketchs não coloque muitos detalhes, exemplo se houverem prédios em vez de colocar ele completos cheios de janelas , coloque somente os caixotes que ocuparam o espaço do mesmo. No caso de trabalhar digital utilize de elementos 3D. Roupas de personagens não devem estar ultra detalhadas porém ele tem que ser reconhecíveis o suficiente para o cliente saber o que está olhando.

Uma vez feitos os sketchs apresente ao cliente, nessa parte ele vai ter que invariavelmente escolher somente um dos dois e se ele gostar de algum elemento do outro e for possível colocá-los na ilustração escolhida fazer a modificação.


A ilustração em si

Uma vez aprovada a ilustração essa é a parte que cada um vai ter que usar o que sabe para dar o melhor. Aqui não tem como dar muita orientação, faz no estilo e maneira que estiver acostumado , usa de todos truques possíveis na manga para poder entregar o serviço no prazo. Trate como trabalho e não como um estudo, leve a coisa a sério, prazos são umas das coisa que vai chamar a atenção de clientes, alem do seu estilo é claro, se você consegui entregar no prazo já é um bom começo. Apresente a ilustração terminada ao cliente, se houver algumas coisa a ser ajustadas , faça os ajustes, uma vez que ele deu ok final e colocou a parte final do pagamento na sua conta envie os arquivos, pergunte se após a publicação você poderá colocar em seu portfólio, faça sua promoção nas redes sociais, mostrando que fez a capa para tal revistas e aproveite o descanso até o próximo serviço.




No próximo GPDF eu vou dar umas dicas do que fazer pra não ficar sobrecarregado.

Inté.

#producaoquadrinhos #quadrinhos #designgrafico #designer #ilustrador #illustration #workflow #comicbookcover #comics #comicbook #roninfanzine #ronincreativedesign

0 visualização

© 2023 by Glorify. Proudly created with Wix.com