• Ronin

GPDF-#04


Guia Prático do Desenhista Fudido

(GPDF)

The Power of Gambiarra

No post de hoje eu vou explicar o por que de fazer gambiarras e falar de alguns programas que uso, supositóriamente vai ter link pra esse programas..... supositóriamente.

Por que fazer gambiarra se eu posso comprar pronto ?

A resposta é simples, porque você ta fudido sem grana ué. Agora falando sério, muitas vezes tanto sua condição financeira quanto física(algumas pessoas tem limitações) te obrigam de certa maneira a construir algumas gambiarras para poder desenhar, outro fator é a disponibilidade de certos materiais ou equipamentos em algumas partes do país.

Muitos utensílios e materiais que normalmente você não veria em algum estúdio de desenho e pintura podem ajudar na hora do aperto, canetas velhas que viram apoiador de de lapis, impressoras velhas que são desmontadas pra vira paleta de pintura e por ai vai.Uma coisa que você tem que ter em mente é quase tudo pode ser reaproveitado o adaptado, ferramentas que iam pro lixo podem ter utilidade. Placas de vidro, pedaços de madeira, garrafas de água entre outros.

Vai usar essa caneca? não, então agora ela minha

O acontece muito aqui em casa é canecas potes e até o caldeirão velho da minha vó virarem organizadores. No seu estúdio é muito importante organizar os materiais, seja em caixas compradas ou em potes e canecas para em uma hora que você precise é só olhar qual pote tem o que. Eu particularmente organizo os meu materiais pelo tipo etapa ou estilo que a ilustração necessite. nessa foto pro exemplo marcadores(dos mais vagabundos) no pote de sorvete, lápis de cor (crayola é o poder), pincéis(que uso com tudo quanto é tipo de tinta), lápis e borrachas(pra sketchs) e estiletes e tesoura alem de colas bastão. O objetivo é eu não ter que fica procurando em um estojo com mil coisas diferentes quando eu só preciso de um marcador.

bico de penas barato não vem com um cabo legal, então uso E.V.A. neles pra poder ter uma pegada melhor.

Pedaços grandes de isopor viraram meu quadro de avisos e projetos, pranchetas A4 das mais baratas viram pastas de referencia , um gabinete de computador vazio com uma placa de acrílico achada no lixo e uma luminária viraram minha mesa de luz, o que você tem que aprender é olhar para qualquer coisa e ver as possibilidades.

Se é open source tá instalado em nome de Odin!!

Quanto aos programas se tiver escrito open source ja devo ter instalado. Aqui tem uma pequena lista do que eu uso é porque.

-Krita e Sketchbook : Desenho e pintura, com um pouco de criatividade da pra trabalhar são gratuitos e não tão pesados

Blender : Pra modelagem 3D ele é a melhor alternativa, fazer cenário, personagens e props, a versão 2.8 está muito boa com uma interface melhor e mais ferramentas para esculturas digital.

Scribus:A melhor alternativa ao Adobe Indesign, pra poder montar revistas, jornais ou quaisquer publicações com varias páginas.

Kerkythea: Pra quem quer um renderizador de ambientes 3D , principalmente maquetes ele é a melhor alternativa, pode ser usado em conjunto com o Sketchup ou você pode importar alguns tipos de arquivos, só olhar quais extensões ele aceita.

Dragobones: Esse é pra quem faz animações tipo flash ele tem um sistema de atribuição de osso muito bom e é fácil e rápido de aprender.

Fontfourge: Pra fazer fontes para projetos e quando eu digo fazer, é desenhar ela do zero e fazer funcionar não tem coisa melhor.

Pureref: Organizador de referencias , muito rapido e tranquilo de usar.

Palete Generator(esse é online): esse é um site onde você pode upar uma foto e o programa extrai uma paleta de cores.

Sempre de Olhos abertos.

Em resumo sempre preste atenção no que está a sua volte e procure alternativas tanto para programas quanto para equipamentos , semana que vem talvez eu fale de como eu trabalho.... talvez.

Para o alto e avante!!... inté

#Fudidos #Desenhistas #produçãonacional #Quadrinhos #artigo #GPDF

0 visualização

© 2023 by Glorify. Proudly created with Wix.com